não me proíbas

não me proíbas

não me proíbas de pintar-te nua
capturar-te emoldurada
provocar teus fluidos
arrancar teus suspiros

não me proíbas de escrever-te musa
de brindar poesia
ofertas à deusa
dos mil sacrifícios

wasil sacharuk


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS