Relíquia de sangue

Relíquia de sangue

adornadas asas
sobrevoaram savanas
ela dançou para a lua
venturas ciganas
quando a fúria dos ventos
espalhou queda d'água

as forças e os argumentos
aboliram as pragas
mas nada
conseguiu fenecer
o jardim
das suas belezas

na inundação
dezenas de estrelas
despencaram caladas

quando o raio
incrustou sua pele
percorreu os mistérios
acordou escorpião
fez relíquia de sangue
de graça e de inferno
de um amor para sempre

wasil sacharuk


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS