Sabes, Amora, eu deveria pensar em não chover mais em ti, mas isso não importa se usas guardachuva. Amora, não tenho capa sequer uso luvas, saíram de moda. E se te incomoda tu te apartas dos pingos da chuva, te resguardas no abrigo se minha chuva te molha. Mas vai, vai Amora, leva a cadeira e teu maldito guardachuva, senta lá fora sem roupas. Mas naquela hora, amada Amora, eu bem sei que tu ficas louca se eu mergulho nos teus olhos em cântaros. Amora, vejo sóis se chovo em tua boca.

Escorpião

Escorpião

sou espectro na escuridão
não me ofertes a luz
não me ameaces com a cruz
meu sol dorme em escorpião
conheço os auspícios da morte

sou profundidade do corte
renego o dogma cristão
não barganho por absolvição
vivo ao desígnio da sorte
sem saber para onde conduz

sou plenamente capaz
nas demandas defino o norte
minha estrela brilha em paz
sou digno herdeiro do dote
de amassar o meu próprio pão

wasil sacharuk

32beab06e9b932dd5efe5690d49dbc40
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS