Sabes, Amora, eu deveria pensar em não chover mais em ti, mas isso não importa se usas guardachuva. Amora, não tenho capa sequer uso luvas, saíram de moda. E se te incomoda tu te apartas dos pingos da chuva, te resguardas no abrigo se minha chuva te molha. Mas vai, vai Amora, leva a cadeira e teu maldito guardachuva, senta lá fora sem roupas. Mas naquela hora, amada Amora, eu bem sei que tu ficas louca se eu mergulho nos teus olhos em cântaros. Amora, vejo sóis se chovo em tua boca.

Ecossistema

Ecossistema

Permanece madrugada
é plena
e sem frio
amanhece serração
cortinando a obscena
mira do sol

Ontem
eu era tão só
feito de água
de fogo e de pó
não via a beleza
mergulhada na mágoa
e a única certeza
é que a terra
nos traga

Renascente vazio
singular ecossistema
calcado no desvio
de ecos do coração
e razões tão amenas
que não valem nada

Entendi
os encantos do céu
num colo de musa
coberto no véu
que afasta
dores intrusas
e a vida nefasta
se cura

wasil sacharuk


10287325_10201778936785921_115869923_n

Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS