pacífica

pacífica

eis que faro lupino
apazigua à mansidão
da branca camélia
nesse dia caótico

sossega a ira do destino
derrete a frieza da razão
tão pura camélia
mais fatal
que arma na mão

wasil sacharuk

camellia-1883205_960_720