Wasil Sacharuk escreveu:

Rosa vermelha orquídea negra

Rosa vermelha orquídea negra enquanto dormes contarei-te as novas das mil e uma longas longas longas noites silenciosas ent...

poema do caos ao ocaso

poema do caos ao ocaso

as lanternas acesas
apontam o caos ao ocaso
desfilam luzes veredas
lumiam doces sentenças
da crosta ao espaço

murmurante heresia
sem temor ou tormenta
num raio num traço
num verso de poesia

wasil sacharuk

do-caos-se-faz-a-ordem-min

Seara