Wasil Sacharuk escreveu:

Rosa vermelha orquídea negra

Rosa vermelha orquídea negra enquanto dormes contarei-te as novas das mil e uma longas longas longas noites silenciosas ent...

Vaneira

Vaneira

Dois pra cá
guria
dois pra lá
versos gaudérios
raízes profundas
da Habanera

vem garrida
velha faceira
adornada de pulgas
de garra e vontade
tal nas brigas
sem clemência

vem torta
do esqueleto
e da malemolência
desafia o senso
desafia a ciência

eis que a rota dos tempos
fez a ti
senhora das dores

vem bater à porta
derrubar minhas flores
sentar comigo ao vento
e juntar nossas patas
em eterna vaneira

wasil sacharuk

Seara