Seara

luz de amizade

luz de amizade

eu aprendi
bem pequenino
cruzar estradas
cortar caminhos

assim eu cresci

quando aprendi
a rodar moinhos
não sei parar
eu rodo sozinho

estou tão cansado

pronuncio teu nome
estendo a minha mão
vejo na escuridão
nossa luz de amizade

pelos nossos dias

traduzi em poesia
as coisas confusas
que escutei do silêncio
quando dormi na areia

já morri de amor
e de amor já vivi
conheci os mistérios
contei luas cheias

pronuncio teu nome
e ainda te procuro
pelos cantos do mundo
pela nossa lealdade

me leva pra casa

pai
me leva pra casa

pronuncio teu nome
estendo a minha mão
vejo na escuridão
nossa luz de amizade

amigo te peço:

pai
me leva pra casa.

wasil sacharuk


PicSketch-2016-12-02-21-37-24


www.wasilsacharuk.com