patrocinador

Quando só resta caminhar

Quando só resta caminhar

iça estrelas
profundas nos olhos
calado do mar
nas pupilas

escuta a ira
a falta de ar
os pedregulhos
que sempre se pisa
mas nunca se vê
quando só resta
caminhar

as coisas belas
traços formosos
luz de luar
jardim de orquídeas

toca a lira
o poeta a cantar
amor e orgulho
que a verve inspira
iça estrelas
profundas nos olhos
calado do mar
nas pupilas.

wasil sacharuk

[Image: One-of-a-Kind Places on Earth]