Seara

Meus olhos

Meus olhos

meus olhos 
têm a cor 
das folhas secas
veem verde teu viço

sem artifícios
sem princípios
sem delicadeza

meus olhos
são híbridos
urdidura
e aspereza

meus olhos
são tormentas
castanhas escuras
tantos cinzentas.

wasil sacharuk