patrocinador

O Louco



O Louco

Andarilho, bobo da corte
verso fútil o teu caminho
pedinte da própria sorte
de um parco naco de pão
e um cálice de vinho

arcano da branca rosa
da liberdade e da prosa
da trouxa de conhecimentos
ainda não conquistados
sob o firmamento

Andarilho, bobo da corte
dos cães vadios enroscados
à barra das tuas calças

engoles borboletas
que anunciam tua morte
sobrevoam a miséria
da tua vida obsoleta
sobre campos adubados
pelos restos da matéria.

wasil sacharuk