Amor meu


Amor meu
puxa a cadeira
senta ao meu lado
fala do dia agitado
do colega, do chefe
sei que o dia
foi sobremaneira

vem, amor
fala qualquer besteira
não fica calado

Amor meu
há cerveja na geladeira
sobrou frango assado
do almoço
está tanto insosso
e também mal passado
mas muito gostoso

Amor meu
você é formoso
até quando cansado
seu corpo suado
inspira brincadeira

Amor meu
puxa a cadeira
e continua sentado
eu me lanço inteira
de joelhos dobrados.

wasil sacharuk