patrocinador

Quo vadis


Quo vadis

Quero saber de ti 
o que cantas 
com quem andas 
aonde vais  

Não choramingo meus ais 
sequer escrevo uma carta
sobre a saudade que mata
e o nó que não ata
nunca mais

Deixo para trás
as ciências exatas
as premissas mais chatas
verdades universais

Pretendo nada demais
apenas a medida certa
onde a cabeça não esquenta
além dos níveis normais

Quero saber de ti
o que cantas
com quem andas
aonde vais

E apenas falar contigo
algumas palavras banais..

Wasil Sacharuk