Pérola Rosa



Pérola Rosa

Nasceu no canteiro 
a exótica flor
como lua no olhar 
sorridente de sol
como amor de poesia 
a astúcia de prosa
a vovó já dizia:
é a Pérola Rosa

Ela cresce girafinha
a girar bailarina 
tao doce de mel
boneca de pano 
e lápis de cor
risos em ramos 
pétalas de amor
histórinhas rabiscadas 
num mundo de papel

com cheirinho de terra 
e a leveza do céu
as suas cores faceiras 
de flor amorosa
soltam uma substancia preciosa
que faz a gente sonhar acordado

E quando estou abraçado
na linda florzinha dengosa
pousam sobre meus ombros 
milhoes de mariposas
graciosas.

Wasil Sacharuk