patrocinador

Vasto


Vasto

Habita em mim

a raiva
chama acesa
ardente
exata
marcada 
afinada

ao tom incerto
no toque inconstante
espalhada na trilha

num rompante

Quando a raiva
insinua
e adentra a noite
arranha
a pele nua
como açoite

meu grito aberto
tão deselegante
risada que humilha...

Habita em mim

a calma
abstrata
emoldurada
largada
frouxa
figurada

ao sabor do vento
no beijo amante
encantado na parceria

fulgurante

Quando a calma
se torna
uma busca na vida
a alma
retorna
para fechar ferida

um doce momento
não está distante
ocultado na poesia.

Dhenova & Wasil Sacharuk