patrocinador

Carabook II


Carabook II

Catilinas comprou cautela com Companhia Cuja Competência Consiste Cortar Céus Coligando Continentes. Comeu comida congelada, consistente como cimento, com colorido cafona, com certo cheiro carpim com chulé.
Carregava carteira com cheques, cartões com crédito, cédulas cambiais compradas com cambista colombiano. Com cabelo cortado com cabeleireiro cuiabano, com camisa combinando com calça, com calça combinando com casaco,com casaco combinando com cueca, com cueca combinando com carpim, com carpim combinando com cinto, com cinto combinando com carteira, com carteira combinando com calçado, com calçado combinando com colete, com colete combinando com chapéu, com chapéu combinando com colarinho, com colarinho combinando com... chega!

Conforme Companhia cortou céus, colocou-se chão. Catilinas contente, chegou continente cristão chamado Canovaticínio.

Catilinas caminhou centro comercial Canovaticínio, comprou crucifixo, comprou chaveirinho com cristo crucificado, camisetas com citações cristãs, confortável chapéu configurado como coroa com cravos, comprou calendário com cara criaturas cristãs canonizadas, comprou caixa com camisinhas contento cartão com conselhos "como cuidar casamento", "como conviver com culpa", "camisinha causa calo cabeça cacete", "como comer com carinho conforme cardeais comem criancinhas", "como cobrir cabeça com chapeleta circular", conselhos comuns.

Contudo, Catilinas com cabeça concentrada conhecer cardeais cristãos comandantes continente Canovaticínio. Conforme chegou catedral conheceu coroinhas, criaturas castas, carpideiras, cantores canções cafonas cujo conteúdo combina com cristianismo como cambaleante Criatura Carlos, cantor considerado coroado certo continente chamado Carnaval.

Coroinha convidou Catilinas comparecer centro catedral com condição conhecer criatura chefe cardeais, com camisolão clareado com cloro, com cabeça coroada, chamado carinhosamente Chico Católico.

Chico chamou conclave, convocou cúria, convidou cardeais conhecer Catiinas.

Chico conversou:
Caros cardeais, comunico com contentamento contratação criatura cabalísitca, chamada como Catilinas, como chefe Centro Combate Contra Comedores Criancinhas.

Chico concluiu com conselho: caso caros cardeais começarem com coceira comichando cacete, coloquem cacete centro cu colegas cardeais, conforme colegas colocarem corpo curvado como catadores coquinho. Catilinas condenará cardeais comedores criancinha com confinamento casa chamuscante cuja coordenação compete calorenta criatura chamada Chefe Capeta. Cuidado, caros cristãos.

Wasil Sacharuk

Atitudes irracionais


Atitudes irracionais

É incrível como nosso subconsciente
nos condiciona mais e mais
a atitudes irracionais

Creio que sejam normais
essas nuanças da gente
que se mantém no frio
mas sempre está quente
é o que a gente faz...

É incrível sentir o calafrio
um choque elétrico ardente
e não ficar indiferente
a tua nudez deslumbrante
do tipo fêmea no cio

É incrível como nosso subconsciente
nos faz ficar assim
a mil...
do arcoíris pueril
ao degradê do sombrio

Mas de ver tua imagem silente
nessas fotos de costas
de dorsos, de frentes
fico com cara de idiota
e um sorriso contente

eis que nunca está morta
a verve de quem sente.

Wasil Sacharuk

Nunca mais vais transar comigo


Nunca mais vais transar comigo

Lembro que te tocava
tal somente eu sabia
todo dia
e cantava
quero estar bem dentro
morar em ti meu recanto
com meu beijo
meu desejo
mas perdi o passo da dança
me tiraste a esperança
que serias melhor sozinha
não te querias mais minha

Não compreendo a desavença
diante daquilo que pensas
se riscaste uma linha
entre norte e sul das estrelas

Eu não quero
acreditar
que não mais
nunca mais
vais transar 
comigo

e morro de tanto receio

Eu não creio
que tu digas
que não mais
nunca mais
vais transar 
comigo

Lembro que gostavas
tal como fazias
todos os dias
eu amava
quero te fazer de encantos
com tatos e movimentos
meu orgasmo
meu espaço
mas agora perdi a crença
diante da indiferença
se riscaste uma linha
um corte entre nossas esquinas

agora a canção que tu cantas
enquanto males espantas
inverte os rumos das sinas
assim não te queres mais minha

Eu não posso
suportar
se jamais
e não mais
vais transar 
comigo

ainda amo o teu corpo

Me importo
que tu digas
que não dá
não dá mais
e não vais 
transar comigo

Eu não posso
suportar.

Wasil Sacharuk

Ao meu menino


Ao meu menino

No sábado te beijei enquanto dormias
para sonhares sob proteção
trocarmos raciocínios e poesias
que eu possa sempre pegar tua mão

Então eu quis 
beijar meu amigo
e que tenha toda 
a força da canção
e terei certeza que consigo
e que nunca mais 
volto a crer que não

Eu quero que tu ames as coisas simples
que todos sintam o transe do teu vinho
que entendam as essências dos teus males
para que aprendas a não andar sozinho

E pela manhã, o sol 
te aqueça a fronte
e jamais te falte 
o poder de decisão
que tenhas sempre 
nortes e horizontes
e o dom de ver
além da visão

E tu então serás para sempre meu menino
para muito além do fim dos meus dias
nutrido com o melhor do meu amor infinito
embalado nos desafinos das nossas melodias

Então eu quis
te ver dormindo
e descansar
mais um segundo
então eu vou 
te ouvir sorrindo
o sorriso mais lindo
do meu mundo.

Wasil Sacharuk

Carabook


Catilinas conversou com criatura comandante continente chamado Carnaval. Comandante com cabeleira condicionada com chapinha, com corte curto, cheio coloração clara. Comeram canapés com cerveja, conquanto conversaram coisas comuns como ceifamento caro comandante Chavez. Comentaram coisas como cor caixão, conversão corpo, cirurgia contra câncer, comando continente circundante Colômbia, contratação carregamento cocaína, coisas concomitantes com comando Carnaval. Conforme conversaram Catilinas comentou como caiu certo cor conjuntinho caqui cuja comandante comportava. Contudo, comandante citou:

-Caro Catilinas, compete comandante Carnaval confessar cor calcinha coincidente com cor caqui conforme conjuntinho. Catilinas carece conhecer, contudo, cuidado com coisa comprida!

------------------------

Cara Cabeludo carecia combinar coisas cabíveis com conduta criatura chamada carinhosamente como Catilinas. Contudo, Cara combalido com coluna cervical concussionada. Consumiu comprimidos compatíveis com condição, contudo, cabeça Cara Cabeludo começou criar calos. Como conseguir conduzir conversas?

Contudo, Cara Cabeludo conseguiu conversar com Catilinas. Confeccionou carta contendo carinhosa chamada camarada Catilinas. Comandou carta com correio computadorizado.

Certamente, colocarei coisas constantes carta:

Caro Catilinas

Como caminha cabeça camarada? Cabeça conduzindo corpo? Corpo conduzindo cabeça?
Compete Cara Cabeludo conversar coisas consideráveis com criatura cabalística, contudo, continuo clamando calma. Cumpre continuar calado.

Certa criatura compareceu casa Cara Cabeludo com clara certeza conseguir comercializar comprimidos calmantes. Criatura comentou condição corpo Cara Cabeludo, com coluna cervical comprimida, causando congestão cabeça, causando consumo comprimidos como condição compatível com corpo cansado.

Claro, Cara Cabeludo comprou cinco caixas com comprimidinhos cinzentos cujo consumo corretamente conduzido curaria cabeça conturbada Cara Cabeludo.

Certamente, criatura comerciante com conversa coerente, com comprimidos competentes.

Contudo, Cara Cabeludo concatenou:
Comprar comprimidos caros carece critério. Comprimidos capazes curar coisas, contudo, conseguem condicionar corpo convalescente.

Cara Cabeludo colocou caixas com comprimidos cesto com ciscos, conseguiu conduzir corpo capengando comércio comestíveis centro cidade. Comprou cinco centilitros cachaça cristalinas, confeccionada caseiramente com cachaceiros competentes. Contudo, Cara Cabeludo consumiu com cuidado.

Corpo continua convalescente, contudo, cabeça começou clarear consciência.

Com carinho

Cara Cabeludo

--------------------------

Conforme cresceu como cidadão comum, Cara Cabeludo considerou cortar cabelo comprido. Conversou com companheira, criatura com comovente capacidade compreensão.

Companheira comentou: Cara Cabeludo confere com criatura com considerável cabeção. Cabelos compridos coroam cabeção com certa circunstância. Cortar cabelos carece coragem. Concorda?

Certamente Cara Cabeludo concordou, contudo, caminhou Centro Cabeleireiros Catadores Coquinhos com certeza comandar corte cabelos compridos.

Chegando Centro, Cara Cabeludo conversou com criatura conhecida como cabeleireiro, cuja curvatura coluna confere com corpo criatura com costume catar coquinhos caídos chão: -Como chama camarada cabeleireiro?

-Chamo Clóvis, contudo, concordo com chamamento como Creuza. Camaradas cortadores cabelos costumam chamar cabeleireiro como Creuza. Certamente Creuza consegue cortar cabelos, colorir com coloração cara (como cabelos CVal), chamuscar com chapinha, consegue cabelos caracolados como cantor canção chamada Caminhoneiro... Creuza consegue coisas criativas com cabelos coroando cabeças criaturas. Como Cara Cabeludo considera cortar cabelos compridos?

-Cara Cabeludo considera cortar careca.

_Careca? Cruzes!

-Claro, careca.

-Certamente Creuza cortará careca, contudo, carece completar carequice corpo Cara Cabeludo, cortando cabelos corpo, como cabelos crescidos cu, cabelos crespos crescidos centro colhões... Creuza corta com contentamento.

_Caraca!

----------------------

Cara Cabeludo chegou cansado.

Compareceu casa cunhado, criatura com corpo cabeludo, com cento cinquenta centímetros comprimento. Convenientemente, CC comeu comidas caseiras com condimentos comuns. Consumiu cervejas compradas centro conveniências. Conforme comeu, CC começou com coceira centro cabeça... carecia comparecer comunidade com criaturas criativas compositores conversas com C.

CC caminhou calçadas com certeza chegar casa com calma. Contudo, CC começou com certas cólicas, congestão, comichões... Compareceu casa comprimidos, comprou cápsulas com cimento. Corpo CC contorcia com cólicas cruéis. CC concentrado capacidade coibir cocô colorir calças... Coisa cruel! Cada cólica conduzia cocô centro cu.... CC conseguia conter...

Como conclusão, CC chegou cagado, contudo, contente, conforme conseguiu consumir criações compostas com criaturas comunitárias.!

--------------------------

Catilinas comovido

com coração cortado

contudo, convém comentar


coisas coração

calam Catilinas

Catilinas consultou consciência

concluiu coisas certas

conforme considerações consultora Carreira


Catilinas concentrado

com cabeça convencida

Curioso?

Claro, compreensível

Catilinas casará

com comerciante cuiabana

Comerciante convidou Catilinas

conhecer centro comercial

com condições condizentes

com capacidade criatura


Centro comercial

composto com casas comerciais

cujas compras compreendem

coisas caras

Catilinas certamente

considerou casamento

como coisa coerente


Catilinas conhece

como conduzir criatura

com charme catilínico

com cano comprido

com criatividade

com coito competente


Conforme companheiros conhecem

como constam causos catilínicos

Catilinas comeu criaturas conhecidas


Curioso como Catilinas

conheceu Cicciolina?


considere clicar cadernos

com causos cuja criatura cabalística

contracenou com Cicciolina


Com charme

Catilinas conquista criaturas...


Certo, certo

Catilinas contará

como conheceu comerciante:


Catilinas caminhava calmamente

centro cidade Cuiabá

conquanto conheceu casa

comercializando camisas claras

com colarinho colorido


Conheceu comerciante

cujo charme combaliu Catilinas


Criatura com cabelos crespos

com cara cavalo

como cantora Cher


Coração Catilinas

começou cutucar...


Catilinas convidou comerciante

comparecer casa comidas

comer caviar com champagne


Criatura concatenou

contudo, consentiu


Comeram, comeram

chamuscaram cigarros

conversaram coisas comuns


Catilinas concordou

conduzir criatura casa


Chegando,

Catilinas convidou comerciante

comparecer cama

contracenar cena coito


Criatura concatenou

contudo, consentiu

Como coibir charme Catilinas?


----------------------

Conversei com Catilinas coisas concenentes conjuntura continental.

Catilinas comentou comigo como conseguiu conversar com criatura comandante continente chamado Carnaval.

Carnaval confere com campos consagrados, cujas criações conferem com criaturas com cabeça criativa. Carnaval comercializa com continentes centrais. Comandante Carnaval contente com comércio carnes, cabeças caprinas, carvão, combustível, cachaça, commodities, cetera,

Compete companheiro Catilinas conseguir comercializar centenas cabeças cavalo crioulo com Comandante Carnaval, conquanto Catilinas consiga convencer criatura com compra.

Conforme chegou casa comandante continental, Catilinas chamou criatura,

chefe criadagem, convocar Comandante comparecer centro casa com condição

concluir compra cabeças cavalos crioulos.

Comandante compareceu, Catilinas "caiu com cara chão" conforme conheceu comandante cara cara. Comandante com corpo curvilíneo cheio, com cabelos colados como capacete. Catilinas custou crer: Comandante Continente chamado Carnaval continha chereca!

Catilinas custou crer, contudo, concordou com condição conquanto continuou conversação.

Catilinas:

Como criatura consegue comandar continente com chereca centro coxas? Credo!

Comandante Carnaval:

Calado, criatura. Comandante conseguiu comprar cirurgia com cirurgião corporal. Cirurgião colocará cimento cirúrgico centro clitóris comandante continental criando coisa cabeçuda. Conforme cambiar clitóris com coisa cabeçuda, comandante cultivará cabelos cara como cavanhaque, Comandante camuflará círculos cheios corporais com cinta colante, copiará corte cabelo careca criatura Cara Cabeludo, comprará cuecas com coraçõezinhos

coloridos. cetera. Comandante Carnaval compete conquistar coração concubinas.

Catilinas:

Cruzes!

Eu não queria ser poeta


Eu não queria ser poeta

Sabe, eu não queria ser poeta
mas carrego a sina
que me azucrina
de tratar as letras
tal fosse um esteta

Assim faço tudo errado
são ruins meus poemas
vazios meus dilemas
não há um que se salve
pois afinal
sou um escriba boçal
e não o Castro Alves

Meu chefe reclama
que não penso em grana
mas somente poesia
e talvez chegue o dia
de ficar desempregado

Mas sou um tipo danado
fugitivo da vida dura
bem longe da amargura
no meu reduto encantado

E de tudo o que gosto
não é do poema que posto
mas do fato que me amas
e que me esperas na cama
enquanto me dizes poeta

mas não queria ser poeta
contudo tenho a sina
que ainda me azucrina
de tratar as letras
tal esteta

o pensamento redunda rimas
jamais digo as coisas certas.

Wasil Sacharuk

Beatriz



Beatriz

Seu rosto, branca tela em nu semblante,
Beatriz que, a mim, seu Dante, fez omisso.
Mostrou-se em todo o viço e o torturante
Requebro serpenteante a torna aquela

De olhares de gazela e seus rompantes
Com brilho de diamantes, de silícios.
Em frestas e interstícios balbuciantes,
Segreda-nos desplantes, minha bela,

O deus que me acautela e é tão gigante
Que faz mirabolantes meus suplícios
E remete-me aos vícios, oh, donzela:

Mulher que se revela e, ofegante,
Se dá exorbitante em sacrifício.
Se faz meu precipício, minha cela...

Magmah & Wasil Sacharuk

No balanço do tempo



No balanço do tempo

Quando as árvores balançam
E o tempo em sua mágica gira o mundo;
Dizem a todos os gênios e ignorantes
Que ainda há vida válida.

Eis que sopra uma aragem cálida
Enquanto os sentidos desencantam
Como a energia que move a tudo
Por rumos inexatos e diferentes.

Quando o solo germina as sementes
Faz do universo um projeto fecundo
Com brotos de vida e amores errantes.

E as árvores em balanços permanentes
Acompanham o tempo que, profundo,
Esvaece pelo vão das horas girantes.

Suely Andrade & Wasil Sacharuk