Jason e a Fênix

Jason e a Fênix


Há uma condição meio “sexta-feita 13" de ser. Aquilo que volta ininterruptamente após uma sucessão de mortes iminentes.
Jason era um espécie de fênix do horror. Por mais que fugissem, ele voltava, voltava, voltava…

O tempo não é Jason se não volta. Nem as sextas-feiras são nostálgicas. Mas sempre voltam.

Há algo insano entre o passado e o dom de ressurgir das cinzas. Uma semente que lançada no futuro, e que, não obstante, brota hoje, de pirraça com o passado.

Wasil Sacharuk


“A fênix tem o dom de ressurgir das cinzes, mesmo porque, o fogo é mágico”
(Fogo Mágico – Dhenova)

Inspiraturas