Parafuso Frouxo

Parafuso Frouxo

Queria saber escrever um soneto
do tipo perfeito e metrificado
mas não sou mais que poeta de gueto
e tudo que escrevo é desqualificado

Sou só criador de lirismo obtuso
quem dera saber o rigor do riscado
o meu falso soneto beira o abuso
inda bem que o leitor é muito educado

Eu tento escrever em versos concretos
mas o meu talento é muito discreto
muito do que escrevo é posto de lado

Assim meu soneto de versos difusos
faz minha cabeça afrouxar parafusos
e da poesia o meu mundo encantado.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas