A Beleza Escondida

A beleza escondida

Esconderam a beleza da canção
em clichês sob gritos aparvalhados
dançarinas em forma de melão
e cantores aflitos tresloucados

Esconderam a beleza da poesia
diluída em signos despirocados
que indistinguem amargura e azia
entre motes sacais e martelados

Esconderam a beleza da oração
no templo que vende absolvição
e nega os deuses por uns trocados

Esconderam a beleza da simpatia
o certo agora é saber da quantia
que rendem os crânios esfacelados.

Wasil Sacharuk