O dia em que boró cagou num poema

O dia em que boró cagou num poema

Foi um rompante
criou-se o dilema
o dia em que Boró
cagou num poema

Era um diamante
fora do esquema
depois de embarrado
é só um problema

mas todo brilho
faz reflexo no céu
a bosta volta à terra
ora vítima ora réu

O poema é um filho
criado com leite e mel
onde o poeta encerra
sua alma no papel.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas