Partículas mágicas



Partículas mágicas

A simulação 
de alguns versos
reverbera emoção
em rimas toantes
dispersas em sílabas
equidistantes
afinadas no mesmo tom

Cada poema 
para ser completo
tem sua prática
calcada no dom
mimético
ou catártico
mas decerto
é repleto
de partículas
mágicas 
de som.

Wasil Sacharuk

Cenário Vazio

Cenário Vazio

Dei cabo de mais uma cicatriz.
Não foi fácil, nem difícil,
nem sei direito como fiz.
Arranquei sem suplício.

Tantas vezes atriz
era o ofício
banquei a louca
a meretriz
no espelho
do meu vício

Às vezes, olho e não vejo.
Bate uma estranha saudade.
Sinto falta da dor e do beijo,
do sopro e da pouca verdade.

Insano desejo
é minha maldade
um caso sério
de baixa auto-estima
onde a dor é o enigma
e eu sou o mistério.

Juleni Andrade e Wasil Sacharuk

Fandango

FANDANGO

Vim pra contar uma história
acontecida nos lados do sul
Se não me trai a memória
era um dia frio e de céu azul

Ia eu pela estrada deserta
no meu cavalo de estimação
quando vi a porteira aberta
da fazenda do velho João...

E fiquei tanto desconfiado
daí adentrei a trote ligeiro
um silêncio brotava do prado
e nenhum sinal do caseiro

Saltei em frente ao alpendre
a mão cravada na garrucha
já carrego fora do coldre
por vez essa merda embucha

Ouvi um sussurro lá dentro
(temi um assalto ou emboscada)
Pé ante pé fui rumo ao centro
já vendo a porta escancarada...

Esperava lutar com o bandido
já entrei com a garrucha apontada
Mas vi foi um estampado vestido
no chão e uma prenda agitada...

O velho tocava gaita assanhada
e o caseiro agarrava o moirão
enquanto a china rolava deitada
se contorcendo inteira no chão

Agora depois do causo contado
que todos aprendam essa lição
não entre em campo abandonado
onde tem índio de guasca na mão.

Marisa Schmidt e Wasil Sacharuk

Preliminares

PRELIMINARES...

Lá no tempo das certezas
Lambia enternecida o sorvete
que pingando no corpete
desenhava achocolatadas belezas

Lá no tempo dos devaneios
Voando por mil e uma madrugadas
as estrelas, na camisola desenhadas,
faziam vibrar as notas dos anseios

Lá no tempo das purezas
A paixão era tanto mais quente
trocávamos nossos chicletes
e outras carícias sob a mesa

Lá no tempo daqueles rodeios
num baile de línguas enroscadas
a nossa espera foi saciada
depois do toque em meus seios.

Wasil Sacharuk & Marisa Schmidt

Chove

Chove

Pingam os pingos
labirintos

caem as águas
maremotos

mortos os mortos
afogamento

chove e chovo junto...

Singram os vincos
malabaristas

vertem as mágoas
mares mortos

correm os córregos
sentimento

chove e choro muito.

Márcia Poesia de Sá & Wasil Sacharuk

TRÊS ANOS EM SONETOS LIVRES

TRÊS ANOS EM SONETOS LIVRES

Da vontade libertada no verso
Mantida no esqueleto de um soneto
A amizade digitada no universo
Acolhida naquele gesto tão completo

São descritos sentimentos raros
Em português ou no nosso dialeto
Nem sempre nos fizemos claros
E nem sempre nós fomos diretos

De um jeito lúdico e insano
Hoje se completa mais um ano
De sonetiálogos entre hermanos

Sem esquema e nem projeto
A amizade é o sentido concreto
Criador de poemas soberanos.

Decimar Biagini e Wasil Sacharuk

Enxurrada

Enxurrada

As águas
em revolução
sangue espargido
o céu sem azul
era cinzento
e rubro

Derramadas
na amável estação
entre os estalidos
e os gritos do sul
viraram lamentos
no escuro.

Wasil Sacharuk

Mas já é primavera

Mas já é primavera

Mas, já é primavera
A poesia será mais colorida
Sucumbirão versos pálidos.

Já sentimos na atmosfera
A força renova a vida.

Espírito de encantos desbravados...

Primavera num quarto da terra
Razão de ser incontida
Instantes tanto mais cálidos;
Mas, o giro da roda revela
A beleza amanhecida
Visita todos os prados;
Eu cantarei junto a ela
Repleto da luz absorvida
Alguns verbos alados.

Wasil Sacharuk

FILOSOFIA DE BOTECO

FILOSOFIA DE BOTECO

Falar-te-ei
Idiossincrasias
Lograrei
Ociosos
Sofismas
Onde
Férteis
Inteligências
Alinham-se

Deduziremos
Enunciados

Beberemos
Ontologias
Teogonias
Entre
Copos
Embriagados.

Wasil Sacharuk

Trajadas


Trajadas

Se pensar
em cruzar essa vida
de alma nua
banhada de lua
algumas feridas
virão a sangrar

A impureza
infecta o ar
do lamento humano
é artefato mundano
designada certeza
de não mais respirar

Não é por nada
que as almas nuas
não andam
nuas nas ruas
pois, desencorajadas
vivem trajadas.

Wasil Sacharuk

Parto

Parto 

 Num certo dia 
o movimento ficou mais lento
 reduzidos espaços 
e ela parou de contar 
os passos para a alegria. 

 Wasil Sacharuk

Sapato Sem Sola

Sapato Sem Sola

É verdade que o usuário
dos serviços públicos
é feito de otário
e não está satisfeito
e nem acha direito
pagar o salário
de toda essa gente
de conduta indecente
desde o secretário
até a presidente.

Falta qualidade
aos servidores
dessa nação
que reclama
das dores
de não ter recursos
disponibilizados
estão muito escassos
mas na eleição
alguns deputados
parecem até ursos
trocando abraços
e explicam depois
que a conta gorda
vem do caixa dois.

Haja saco
com toda essa gente
desde o secretário
até a presidente
o povo se humilha
sapato sem sola
mas tem bolsa família
e tem bolsa escola
que vem do assalto
de muito mal gosto
de jogar lá no alto
o tributo
e o imposto.

Se fico puto
logo escrevo
o meu manifesto
e não me desabone
pois passei fome
e todo o resto
mas sei que ando
na contramão
da pesquisa que indica
que a massa está rica
e dá aprovação.

eu sou da minoria
que tem a opinião
exposta em poesia
daí não tem perigo
sou igual ao povão
eu não ligo e não brigo
não importa a razão.

Wasil Sacharuk

Essencial



Essencial

Essencial é teu sorriso aberto
tua alma num frasco
nosso encontro em versos
em qualquer direção, tempo
[ou espaço

Natural como o afeto
que acalma em seu laço
recôncavo e reconvexo
qualquer conjugação, momento
[ou lapso

Necessário feito o ar
é tua musa em cadência
o lastro direito de sonhar
em qualquer estação, luz
[ou frequência

Que flua em teu mar
vocábulos na correnteza
e o desejo de nadar
na argumentação, no som
[na eloquência .

Rogério Germani & Wasil Sacharuk

Meridiano



Meridiano

Entre aspas
um meridiano
de amor
para dividir
a luz do sombrio
em polos
dois semicírculos
metade frio
metade calor

Wasil Sacharuk


No fundo dos olhos

Não sabe se ri
ou se ch-K r?
  também não sei
Passe o mouse e espere

  Veja meus lhs 
 bem lá no fundo

 Wasil Sacharuk