Aberturas



Aberturas

Há tantas portas
refletidas
caleidoscópicas
promessas
histórias

As linhas retas
emolduram
facetas
sentidos
segredos
escondidos
entre alicerces
e treliças

Verdades mortas
distorcidas
claustrofóbicas
encobertas memórias

Portas abertas
apontam
tal setas
destinos
escolhas
suspensas
por pinos
de dobradiças.

Wasil Sacharuk