Pelas quimeras

Pelas quimeras

Quimeras
serão teus segredos
nessa chuva diluídos
e quiçá esquecidos

Livrar-te-iam dos medos
quem dera!
ouvirias o grito da terra
e acordarias mais cedo

Lembrarias tempos idos
dos belos adormecidos
dos feitiços e engendros
quisera!

E se a cigana revela
teus eus ocultos no espelho
reinventarias noutro estilo
como se não percebido

Livrar-te-iam do efeito
da mais humana miséria
eis que o mundo é esfera
e a sina círculo perfeito.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas