Maga no Centro do Povoado

Maga no Centro do Povoado

Maga andou pelas ruas
calçadas com pedras
procurou em cada casa
uma descoberta...

Maga queria cigarros
apenas um velho boteco
mas que nada
não havia nada aberto

Maga olhou para um carro
era a lesma lerda
que corre corre e atrasa
anda só em linha reta

Maga sujou o pé de barro
quem sabe pisou na merda
mesmo assim ela arrasa
ela é do tipo poeta.

Dhenova & Wasil Sacharuk