Embate

Embate

Outra vez eu andei por aí
de cueiros pandos
pondo pontos e vírgulas
no fiofó dessa vida

Ela que vive perdida
e eu não me engano
propõe hipóteses absurdas
e coisas que eu nunca vi

A gente vende e revende
e jamais se arrepende
achando que a vida é luta
escravizada na labuta
disso Wasil não entende

Sempre alguém me diz
o quanto é desumano
chutar as bochechas da bunda
dessa gente arrependida

Escutei Fera Ferida
e assisti Garganta Profunda
eu vi que o mundo é insano
e eu sou um aprendiz

Sei que o que bate rebate
e tudo fina no empate
quando eu sair da gruta
chamo um filho da puta
para um novo combate.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas