patrocinador

Buscando inspiradores - acróstico

Buscando inspiradores - acróstico

Busquei nos flashes mais crus
Uns e outros versos tortos
Segredos ocultos da verve;
Como talvez não faça jus
Alcancei só versos mortos
Nenhum deles me serve;
Desejei brilhos inspiradores
Ofuscando em catarse as dores

Inventei riscar versos retos
Naufraguei na beleza estética
Sofridos poemas calados
Produzi números incertos
Investidos de alma poética
Restaram poemas calados
Ah, se a musa não está perto
Digo ideias tão esqueléticas
Ou apenas fico calado
Resta buscar o toque perfeito
Escracho aprumado na métrica
Senão sou poeta acabado.

wasil sacharuk