patrocinador

A VERDADE DOI – acróstico



A VERDADE DOI - acróstico

Ai, a verdade dói mesmo

Vira o verbo do aço em ferida
Escárnio na face do orgulho
Rasga os versos em tom solene
Dói o corte de lâmina escandida
Arranca o ego ao entulho
Dissolve o escudo perene
Enquanto mentiras povoam o dia

Dói como peito cravado de estaca
Ouvir que a morte da poesia
Inverte o jogo e contra-ataca.

Wasil Sacharuk