Dezesseis Pétalas



Dezesseis Pétalas 

Eflúvio de éter 
azul e laringe 
expressão e esfinge 
do meu eu, ser 

Para despetalar 
dezesseis pétalas 
é preciso começar 
pelas pontas 
até o rebento 
do meu centro 

Plena voz 
de quatro elementos 
seus argumentos 
e sua dissolução 

Para repetalar 
dezesseis despétalas 
é preciso terminar 
no centro 
onde guardo o ar 
meu sustento 

Nó da sublimação 
no mais alto 
o salto 
da evolução. 

Wasil Sacharuk

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS