Felice



Felice 

Ontem eu quis ver a Felicidade
e me preparei desde cedo
ela estava em outra cidade
então enviei um torpedo 

E se eu pedisse
a amada Felice
para dar um passeio
talvez sobrasse patada
uma resposta debochada
esse era meu receio 

mas, quando chegou a hora
confesso que tive medo
pois eu só a via de fora
não participava do enredo 

E quando eu disse
Oi, Felice
senti falsear o joelho
pois eu vi na sua cara
uma certeza tão rara
como se olhasse o espelho 

Saímos para comer pizza
e contei alguns segredos
contei das minhas injustiças
admiti meus arremedos 

Se eu sentisse
que Felice
não veio ouvir conselho
talvez ela ficasse calada
e eu não diria mais nada
além dos olhos vermelhos. 

Wasil Sacharuk

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS