patrocinador

Apenas Mucosa Sedenta

Apenas Mucosa Sedenta

Alguém pode passar a vida
a sonhar recompensa
uma fuga desse sufoco
mas, talvez fosse pouco

Num Lácio de língua imensa
passou suculenta lambida
não foi tal toque de Midas
apenas mucosa sedenta

Quisera ter fama de louco
idiota ou cabeça de coco
o que diz não é o que pensa
desconhece a vida bandida

Não adianta mente despida
tão tola a sonhar inocência
e riscar no mapa o esboço
risco torto ao fundo do poço

O destino não pede licença
deixa a existência sem guarida
remete a vida adormecida
a desesperança e descrença.

Wasil Sacharuk