Águas Claras – acróstico

Águas Claras

Ah, se as marés são das luas
Gelarás bem coesa em cristais
Utópicas moléculas espúrias
Águas sujas em mananciais
Sequestradas na boca das ruas

Claras não são sempre as águas
Lacrimais vertentes de oceanos
Águas que empurram as mágoas
a romper ribeirões pelos canos
Assim que somente deságuas
Seus correntes instintos insanos.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas