Véu do Mistério



Véu do Mistério

Despencadas brumas
das cúmplices estrelas
luz de lua e velas
falseadas penumbras
sob o véu do mistério

Do olhar do abutre
o auspício
o precipício
a virgem
o ébrio
vida e vertigem
morte e remédio

Suplicas mudas
palavras pela janela
das teclas à tela
minúcias absurdas
riscadas no espelho

Essa lida nutre
um vício
pelo ofício
da linguagem
caso sério
de vida e coragem
de morte e silêncio.

Wasil Sacharuk