Acompanha-me

Acompanha-me

fecha os olhos
deixa que a alma dança
e a cabeça descansa
no intervalo das passadas

Vem, castiga o pedregulho
ignora as vizinhas
recolhe o orgulho
na sua insignificância

Teus olhos fechados
teus pés alados
comigo cometas
o maior dos pecados

Dançaremos à tarde
no início, às duas
enquanto o sol arde
na intimidade da rua.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas