patrocinador

A Venda da Oberta

A Venda da Oberta

O ruído da chuva aumentava
Enquanto a porta era aberta
Por um homem de nuca calva
Levando torta à velha Oberta

Uma jovem polaca se lamentava
Molhando o carteado de truco
Como nuvem opaca que trovejava
Ostentando um penteado xucro

Da terra a colheita era incerta
ao menos não era uma vida escrava
e essa colônia nunca foi deserta

O Velho ganhava a lida no trabuco
honradez de sua herança eslava
e na venda era chamado de caduco.

Decimar Biagini e Wasil Sacharuk