O Poeta e o Leitor

O POETA E O LEITOR

Nada se interpõe entre o poeta
e o destino superado pela obra
Nada se sobrepõe ao hermeneuta
que alinha alegrado à manobra

O poeta faz a lida virar fato
em forma e conteúdo no entremeio
inventivo, narrativo ou abstrato
Convida o leitor para um passeio

No trajeto infindável de sua meta
se delineia de instável à normal
o objeto maleável da obra aberta

Por sua vez, o leitor se é atento
Remexe, vira, põe e tira o sal
e colabora com cinquenta porcento.

Decimar Biagini e Wasil Sacharuk

Inspiraturas