Na Hora Oportuna

Na Hora Oportuna

Que na hora oportuna
apareças do nada
uma fada maluca
com sorriso perfeito
de dentes brancos
cafungues minha nuca

Com hálito de menta
do tipo creme dental
deixes rastro de brilho
por todos os cantos
e que sejas isenta
do sobrenatural

Faças risco no peito
como corisco ligeiro
um avatar da morte
me catives de encantos
e meu ego faceiro
sopre dores do corte

Me beijes nos flancos
enquanto me atacas
e apagues meu lume
com sedução e mistério
armada com tua faca
de dois gumes.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas