Um Dedinho de Poesia

Um Dedinho de Poesia

Não vou fazer como Getúlio
Não vou fazer como Tancredo
Eles fizeram muito barulho
Mas se cagaram de medo
Para me derramar de orgulho
Só está faltando um dedo

Não sou Fernando
Não sou o Henrique
Eu vou entornando
No meu alambique
E já estou misturando
Caninha com uísque

Não vou fazer como Juscelino
Muito menos como Figueiredo
Não precisa bandeira nem hino
Nem milico acordando cedo
Para ganhar o império latino
Só está faltando um dedo

Não sou Sarney
Não sou Itamar
Sou apenas um rei
Que sabe amar
Nem precisa de lei
Se eu posso mandar.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas