SAUDADES DE MIM

SAUDADES DE MIM - acróstico

Sabe, senti tanta saudade
Apesar de te ver todos os dias
Uma busca pela identidade
Dias de prosa outros de poesia
A tua face perdeu a sobriedade
Dos olhos só vejo o vermelho
E te vejo parado no espelho
Somando os ossos da idade

Duvidei te encontrar novamente
Esqueci velhas histórias da gente

Mas, vou te esperar, por fim
Invadir minhas noites de vigília
Marcar tua presença em mim.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas