Cumplicidade

Cumplicidade

Quero compor contigo um soneto
Que fale de carinho e amizade
Em que nós dois formemos um dueto
Em que haja afinação e afinidade

Vou deixar no primeiro quarteto
Marcas de uma doce cumplicidade
Como harmonia de branco e preto
E o amor que eleva a comunidade

Quero escrever contigo um soneto
E que em cada quadra ou terceto
O que é dor então vire sorriso

Vamos mostrar o que não é secreto
O poema amigo que corre direto
Com amor pelas veias do improviso.

Venus Poça e Wasil Sacharuk

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS