O SOBRADO - acróstico

O Sobrado

Ouviu-se distante seresta...

Senhoritas alvoroçadas
Os cavalheiros impecáveis
Belos demais para meros fantasmas
Reminiscências tão miseráveis
A dança mágica de ectoplasmas
Dançarinos de passos ágeis
O sobrado guarda suas almas.

Wasil Sacharuk