patrocinador

A Grande Festa Popular


A Grande Festa Popular

Hoje eu sou só tristeza
de indignação dolorida
é o momento do carnaval
total frenesi nacional

Deusas de plástico na avenida
em novos conceitos de beleza
sacolejando a farta sobremesa
nas tetas inchadas de gelatina

E vem a quaresma mais sensual
das carnes do inferno abissal
e a essência da vida é bebida
entre copos de cana e cerveja

Decerto prefiro a delicadeza
do que a zoeira daquela batida
puxador de samba em tom gutural
emite uns urros tal outro animal

Já vi foliões venderem a vida
aumentaram o abismo da pobreza
vestiram a fantasia de baronesa
deixaram os filhos sem comida.

Wasil Sacharuk