patrocinador

Contracultura

Baixe aqui o e-book "Soneto Libertino"

Contracultura

O que esperar de um poeta
doce pai da eterna criação
um risco torto em linha reta
letra de vinho e verso de pão?

Um poeta oferta tão pouco
uma terra nascida de versos
o rabisco da pena de louco
o fiat lux de mil universos

E tudo o que um poeta faz
é rimar um tratado de paz
para sorver do poema a cura

E ninguém pode comer poesia
ou vender letras sem valia
onde lirismo é contracultura.

Wasil Sacharuk