patrocinador

Banquete

Banquete

Os córregos do destino
espargindo correntezas
boca aberta e desatino
confluindo a sua beleza

Lambendo gotas de vinho
e cobertura de sobremesa
os corpos em desalinho
na dança de língua acesa

os andrajos pelo caminho
uma repicada de espinho
quadril encaixado na mesa

Um perfume barato de pinho
desce nas pernas quentinho
no final é sempre surpresa.

Wasil Sacharuk
janeiro 2010