Soneto da Saudade Hermana

Soneto da Saudade Hermana

Querido poeta de Cruz Alta
como resposta eu te ofereço
a confissão de que fazes falta
nossa amizade não tem preço

O nosso baile sem tua presença
é como guasca solito na vaneira
a minha arte sente a diferença
falta o gosto de poesia caseira

Todo santo dia escrevo um poema
e publico enquadrado no esquema
encontro no amigo a leitura ideal

Enquanto o amigo revia conceitos
senti a saudade roncando no peito
o churrasco na brasa assava sem sal.

Wasil Sacharuk
dezembro 2009

Inspiraturas