patrocinador

Lágrimas de Vidro - acróstico

Lágrimas de Vidro

Luminosos cristais
Águas gélidas salgadas
Granulados minerais
Ruínas sedimentadas
Intensas ou apenas banais
Mas totalmente paradas
Assumem modos formais
Se não forem arrancadas

Do sopro vem a areia
E vidro de lágrima mancheia

Vertem sais nos canais
Inundando estradas
De pedras roladas
Risos que não voltam mais
Oprimidos pela maré cheia.

Wasil Sacharuk