Quando eu respirei poesia

Quando eu respirei poesia

Eu encontrei a chave
que abre o sol do novo dia
esqueci de todo o entrave
quando eu respirei poesia

Eu estive no cais
que quebra a onda insana
com dois poemas ou mais
a mente que cria engana

Precisei reverter a maré
dialogando com as letras
conheci o segredo da fé
azul claro e letras pretas

Desbravei uma nova fronteira
para ser o par da parceria
e cravei por aí a bandeira
do convívio em harmonia

Descobri, então, perplexo
que a poesia é grande amiga
dela não sou desconexo
e chamamos a vida pra briga.

Wasil Sacharuk
outubro 2009

Inspiraturas