Antropofagia - acróstico

Antropofagia

Amarro a mim teu desejo
Nego uma trégua qualquer
Tente escapar do meu festejo
Ritual de comer como quiser
O  vermelho circunda tua boca
Pele ao sabor do meu prazer
Oferta prazer na dança louca
Faz implorar para comer;
Apetite safado que vicia
Gula que emana saliva quente
Instinto animal não é anomalia
Amor insano não é indecente.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas