A paranoia III


A paranoia III

A paranóia é dor crônica
Sem vontade analgésica
Desconfiança homeopática
Sem sabedoria empírica

A paranóia é mística
Codificada com mímica
Destituída de crítica
Causadora de polêmica

A paranóia é maléfica
Se entornada etílica
A bebedeira bioquímica
De fragância alcoólica

A paranóia é tal música
Classificada eclética
Descomplicada e rítmica
Reverberada e acústica

A paranóia é satânica
Uma perseguição bucólica
Classificada tal tóxica
A diamba diabólica

A paranóia é eufêmica
Destituída de métrica
É fugitiva temática
Também é cria poética.

Wasil Sacharuk

Inspiraturas