Loucura


Loucura

A loucura se faz poesia
Coagulada endovenosa
Na palavra venenosa
Aquela que ninguém diria

A loucura é a inspiração
Captada no insight insano
E se faz conteúdo profano
A catarse de um mundo cão

A loucura é contrato com a vida
Celebrado na consciência
É o amálgama da quintessência
Em um grito na via dolorida.

Wasil Sacharuk - abril/2009

Inspiraturas