Uma noite sem letras


Uma noite sem letras

Por vezes fica tão tarde
na noite escura da vida
o poeta nem sente a ferida
e larga os versos de açoite
esperando o sol que não arde

Talvez desista da guerra
que vem com um longo dia
enquanto outra noite tardia
é insistente e renasce
e acalma a alma da terra.

Wasil Sacharuk

Esse site é apoiado por INSPIRATURAS